Artigos

Considerações sobre autonomia da criança e do adolescente

Considerações sobre autonomia da criança e do adolescente

4 minutos O cuidado paliativo pediátrico apresenta particularidades em relação ao cuidado paliativo adulto. Uma delas se refere a autonomia. É consenso entre os bioeticistas que o respeito à autonomia é um dos pontos básicos no qual se fundamentam as relações humanas. De fato, não é possível falar em respeito ao ser humano a ele se quiser impor uma decisão (de outro ser humano) que, mesmo tendo como objetivo beneficiá-lo, vai contra o seu discernimento. Todos devem ser tratados como agentes autônomos; quando a autonomia Continue lendo

Caxumba: atualizações sobre o tema

Caxumba: atualizações sobre o tema

11 minutos Introdução A Caxumba ou Parotidite infecciosa é uma doença viral aguda de alta morbidade e baixa letalidade, causada pelo vírus RNA da família Paramyxoviridae, gênero Paramyxovirus.1 Usualmente apresenta-se em surtos, que acometem mais as crianças, mas que não excluem adolescentes e adultos, sendo, nestes, mais severa. Caracteriza-se como cosmopolita, mas com tendência a se apresentar em maiores proporções em centros escolares e instituições onde há aglomeração de pessoas. Inverno e primavera são as estações de maior incidência da doença. 2 Os casos Continue lendo

Mialgia Aguda Epidêmica: Anotações

Mialgia Aguda Epidêmica: Anotações

13 minutos   No dia 14 de dezembro de 2016, um hospital em Salvador notificou à vigilância epidemiológica do município a ocorrência de um surto de mialgia, no qual nove pacientes de apenas três diferentes famílias apresentaram subitamente fortes dores em região cervical e trapézio, seguidas por dores musculares intensas nos membros superiores, dorso e membros inferiores.1  Todos apresentaram rabdomiólise, caracterizada por elevações significativas das enzimas musculares e mioglobinúria. Quatro pacientes apresentaram discreto exantema.2 Um caso evoluiu com insuficiência renal aguda, resolvida após hidratação.2 Continue lendo

Esquema vacinal contra a Febre Amarela

Esquema vacinal contra a Febre Amarela

5 minutos Gabriela Araujo Costa Infectologista Pediátrica. Mestre em Clínica Médica e Biomedicina. Diretora Adjunta de Comunicação da Sociedade Mineira de Pediatria. Professora do Núcleo de Pediatria da Faculdade de Medicina do UNI-BH. Referência Técnica da Gerência de Epidemiologia do Distrito Sanitário Oeste (Prefeitura de Belo Horizonte).. Aline Bentes Infectologista Pediátrica. Mestre em Saúde Coletiva, Epidemiologia. Professora Assistente do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG. Infectologista Pediátrica no Hospital Infantil João Paulo II – FHEMIG.  Daniela Caldas Teixeira Pediatra. Residente de Infectologia Pediátrica Continue lendo

Simpósio Avanços em Infectologia Pediátrica

Simpósio Avanços em Infectologia Pediátrica

menos de 1 minuto Veja aqui as informações gerais e programação completa do evento. Informações Gerais: Organização: Comitê de Infectologia da Sociedade Mineira de Pediatria  e o Departamento de Pediatria da UFMG, Pós-Graduação em Ciências da Saúde – Área de Concentração Saúde da Criança e do Adolescente. Carga horária: 12 h Módulo I + 12 horas Módulo II (TOTAL 24h) Coordenação: Dra. Andrea Lucchesi de Carvalho / Profa. Roberta Maia de Castro Romanelli / Profa. Ericka Viana Machado Carellos Datas: Módulo I – 28 E Continue lendo

Atualizações em Malária

Atualizações em Malária

10 minutos Aline Almeida Bentes Infectologista Pediátrica. Mestre em Saúde Coletiva, Epidemiologia. Professora Assistente do Departamento de Pediatria da Faculdade de Medicina da UFMG. Infectologista Pediátrica no Hospital Infantil João Paulo II – FHEMIG. Gabriela Araujo Costa Infectologista Pediátrica. Mestre em Clínica Médica e Biomedicina. Diretora Adjunta de Comunicação da Sociedade Mineira de Pediatria. Professora Assistente do Núcleo de Pediatria da Faculdade de Medicina do UNI-BH. Referência Técnica da Gerência de Epidemiologia do Distrito Sanitário Oeste (Prefeitura de Belo Horizonte).  Daniela Caldas Teixeira Pediatra. Residente de Continue lendo

Nutrição e uso de suplementos no esporte

Nutrição e uso de suplementos no esporte

33 minutos 18 de janeiro de 2017. Ano 4 – nº 40. Boletim Online. Adriana Reis Brasil – Médica Pediatra com residência na FHEMIG, Pós-Graduada em Nutrição Clínica pelo GANEP e Mestre em Ciências da  Saúde da Criança e do Adolescente pela UFMG. Liliane Lentz – Graduada em Educação Física pela UFMG e em Nutrição pelo Centro Universitário UNI-BH, Pós-graduada em Treinamento de força pela UFMG e Mestre em Treinamento Esportivo pela UFMG. Paulo César Pinho Ribeiro – Presidente da Academia Mineira de Pediatria, Professor da Faculdade de Ciências Continue lendo

Benefícios da Tecnologia Para Crianças e Adolescentes

Benefícios da Tecnologia Para Crianças e Adolescentes

19 minutos 05 de novembro de 2016 – Ano 4 – nº 38. Boletim Online. Gabriela Araujo Costa – Pediatra, Mestre em Clínica Médica e Biomedicina, Professora do núcleo de Pediatria da Faculdade de Medicina do UNIBH, Diretora Adjunta de Comunicação da SMP Anamaria Albuquerque de Andrade Chagas – Psicóloga Clínica, especialista em Gestão Estratégica de Pessoas Eli Helberth Penido Bichara Chagas – Engenheiro Eletricista e Telecomuniacações, especialista em Engenharia de Segurança do Trabalho, professor e coordenador de cursos de Engenharia do Centro Universitário UNA.   1. Continue lendo

Febre Maculosa: atualizações

Febre Maculosa: atualizações

10 minutos 09 de novembro de 2016 – Ano 4 – nº 37. Boletim Online. Gabriela Araujo Costa – Infectologista Pediátrica. Mestre em Clínica Médica e Biomedicina. Diretora Adjunta de Comunicação da Sociedade Mineira de Pediatria. Professora do Núcleo de Pediatria da Faculdade de Medicina do UNI-BH. Referência Técnica da Gerência de Epidemiologia do Distrito Sanitário Oeste (Prefeitura de Belo Horizonte).  Andréa Lucchesi de Carvalho – Infectologista Pediátrica. Mestre em Pediatria. Presidente do Departamento de Infectologia Pediátrica da Sociedade Mineira de Pediatria. Coordenadora da Residência Médica de Infectologia Continue lendo

Alerta amarelo: reconhecendo a atresia biliar precocemente

Alerta amarelo: reconhecendo a atresia biliar precocemente

5 minutos 17 de outubro de 2016 – Ano 4 – nº 36. Boletim Online Eleonora Druve Tavares Fagundes, Alexandre Rodrigues Ferreira, Thaís Costa Nascentes Queiroz –Ambulatório de Hepatologia Pediátrica do Hospital das Clinicas da UFMG A atresia biliar é bastante freqüente no período neonatal. Até 60% dos recém-nascidos a termo apresentam icterícia nos primeiros dias de vida; nos prematuros este índice pode chegar a até 80%. Nestes casos, a maioria absoluta se deve a hiperbilirrubinemia indireta. Cerca de 2,5 até 15% dos recém-nascidos mantém Continue lendo